https://www.facebook.com/msjoiasfolheadas/
Ex-atletas de futebol Zim, Nicácio, Briba, Tarcísio, Nena e seu irmão Geraldino Saravá (Foto: Demontier Tenório)

Pelo nome Francisco Henrique Olímpio de Souza poucos sabem de quem se trata, mas quando vem o apelido de “Nena” é o velho zagueiro de Icasa, Fortaleza e Guarani de Juazeiro. Neste sábado ele completou 70 anos de idade e ganhou uma festa surpresa organizada pelos amigos no seu local de trabalho no cruzamento das ruas Santa Luzia e XV de Novembro em frente ao antigo Bar do Daniel no centro da cidade.

O “Capita” – como também é tratado pelos amigos – se emocionou e foi às lágrimas. Sentado no seu posto de trabalho, Nena percebeu os preparativos para uma festa, mas não sabia que seria dedicada a ele com direito a churrasco, cerveja, bolo e o canto de parabéns. Ele nasceu no dia 22 de setembro de 1948 no município de Ipaumirim e a família teve ainda outro zagueiro no caso Zenon e dois atacantes: Bodó e Geraldino Sarava.

Somente este último compareceu à festa a exemplo dos ex-atletas e irmãos: Nicácio, Zim, Tarcísio e Neurim, além de Briba e Ramos, que foi ainda presidente do Icasa. Quem trouxe Nena para o futebol de Juazeiro foi José Alcy Pinheiro após um jogo entre as seleções de Cedro e Juazeiro quando os cedrenses venceram por 4 a 3 e Nena terminou sendo o destaque do jogo.

Zé Alcy o sondou para jogar no Icasa e Nena respondeu que só viria junto com o seu irmão Geraldino e os dois foram contratados quando desembarcaram na terra de Padre Cícero no dia 27 de fevereiro de 1969. Só depois veio o restante da família quando os jovens atletas se estabilizaram e passaram a gostar de Juazeiro, onde ainda hoje moram. No ano seguinte à chegada de Nena e Geraldino o então prefeito Mauro Sampaio inaugurou o Romeirão.

Todavia, Icasa e Guarani só começaram a disputar o Campeonato Cearense em 1973. Nena permaneceu durante nove anos no Icasa e, para ele, o melhor time foi: Jataí: Catolé (falecido), Nena, Zé Quinto e Tangerina; Zé Maria (falecido), Luiz Francisco e Zé Gerardo;
Manoelzinho, Geraldino e Xavier (falecido). Em 1975 ele foi contratado pelo Fortaleza e ali permaneceu dois anos, mas o irmão Geraldino ficou na capital.

No retorno, atuou dois anos pelo Guarani e encerrou sua carreira em 1981 no Icasa onde formou a dupla de zaga com Catolé, seu velho amigo. Em publica neste sábado, na sua conta do facebook, o comentarista esportivo Wilton Bezerra revelou que Nena foi um dos melhores zagueiros que viu atuar. “Apesar da pequena estatura, tinha impulsão e capacidade de recuperação”, definiu.

Por Demontier Tenório

Comentários de Facebook
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Junior Moral
Carregar mais em Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

um × um =

Verifique também

Frota de veículos em Juazeiro do Norte se aproxima de 120 mil; afirma Demutran

Até o último mês de outubro, o município de Juazeiro do Norte já contava com 119.042 veícu…