https://www.facebook.com/msjoiasfolheadas/

Caiu de nove para oito o número de mortes violentas na comparação entre os dois últimos finais de semana na região do Cariri com quatro vítimas fatais em acidentes de trânsito e um de trabalho, um homicídio, um caso de afogamento e outra por picada de abelha. Foram dois corpos de Juazeiro, outros dois de Jardim e os demais de Assaré, Campos Sales, Várzea Alegre e Mauriti com quatro mortes no sábado e outras quatro neste domingo.

Aos 30 minutos da madrugada de sábado o aposentado Antonio Pereira da Silva, de 76 anos, morreu num dos leitos do Hospital Regional do Cariri em Juazeiro. Ele residia na Rua Manoel Casimiro (Bairro Jardim Gonzaga) em Juazeiro e foi atropelado por volta das 17h30min da última quarta-feira (23) em frente à Churrascaria Prazeres da Carne que funciona na Avenida Padre Cícero. O mesmo terminou socorrido pelo SAMU ao hospital, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos.

Cerca de meia hora depois o agricultor Genival de Souza, de 50 anos, dormia em sua casa no Sítio Serra Gravatá em Jardim onde chegou Paulo Adeildo da Silva, de 29 anos, residente em Barbalha. Segundo testemunhas, houve luta corporal numa suposta tentativa de latrocínio quando Paulo sacou uma arma de fogo e efetuou disparos matando Genival. A polícia foi lá e uma patrulha comandada pelo Sargento Edson prendeu o acusado. A vítima respondia procedimento por crime de violência doméstica.

Já às 03h30min na Avenida Padre Cícero, em frente ao Cariri Garden Shopping em Juazeiro o doente mental Genilson de Souza Feitosa, de 27 anos, que residia na Rua Domingos Barbosa (Triângulo), tomava banho na chuva quando foi atropelado por um carro e morreu. Ele teria se aproveitado do alagamento em frente ao Shopping e adentrou as águas. O motorista de um carro foi ultrapassar outro e invadiu a “piscina” quando o atropelou e seguiu adiante sem prestar socorro à vítima.

Às 16 horas, ainda de sábado, o borracheiro Jailson Pereira da Costa, de 22 anos, enchia o pneu de um trator quando estourou, causando sua morte em Assaré. Ele trabalhava na borracharia do pai, Antônio Pereira Costa, por trás de um posto de combustíveis na Avenida Perimetral (Bairro Moeda) naquele município e morava perto. Por conta da pressão do ar, o rapaz terminou arremessado a uma distância de 15 metros junto com o pneu e ainda bateu numa parede. O mesmo foi socorrido ao hospital local e estava sendo transferido ao HRC em Juazeiro quando morreu em Nova Olinda.

Por volta das 02 horas da madrugada deste domingo, na CE-292 no Sítio Caldeirão em Campos Sales, o cabeleireiro Eder Valmir do Nascimento, de 33 anos, o “Edinho”, morreu num acidente com motos e quatro saíram feridos. Ele pilotava uma Honda CG 150 vermelha e tinha saído de uma festa na localidade a exemplo dos demais que seguiam ao centro de Campos Sales. O acidente envolveu três motos e foram socorridos Lucas Altino da Silva, de 29, Maria do Socorro Conceição da Silva, de 32, Francisco Fernandes Gomes da Silva, de 24, e Francisco Daniel de Oliveira, de 21 anos.

Já às 10 horas, no açude do Sitio Varzinha em Várzea Alegre, Vanderliuto Caboclo da Silva, o “Louro”, de 33 anos, que ali residia e trabalhava numa fundição no bairro Sanharol, morreu afogado. Ele apresentava sinais de ter ingerido bebidas alcoólicas e foi tomar banho quando mergulhou no reservatório e não mais retornou à superfície. O Corpo de Bombeiros de Iguatu foi acionado, mas, antes da chegada dos militares, populares conseguiram retirar o corpo das águas.

Às 19 horas, no Sítio Serrinha (Distrito de Umburanas) na zona rural de Mauriti, o agricultor Francisco Leonel da Silva, de 55 anos de idade, que morava naquela localidade, morreu em conseqüência de acidente de trânsito. Ele seguia para sua residência pilotando uma motocicleta quando caiu do veículo e morreu com suspeita de traumatismo craniano após bater a cabeça no solo.

Uma hora depois, ainda neste domingo, morreu num dos leitos do Hospital Regional do Cariri em Juazeiro a aposentada Maria Antonia de Medeiros, de 75 anos, que residia no Sítio Umburanas na zona rural de Jardim. Às 7 horas da manhã de sábado (26) ela foi picada por abelhas na localidade onde morava e socorrida ao HRC, mas acabou falecendo com o agravamento do seu quadro clínico.

Por Demontier Tenório

Comentários de Facebook
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais por Junior Moral
Carregar mais em Policia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

quatro × cinco =

Verifique também

Após sofrer AVC, paciente é salva depois de ser transportada de helicóptero de Icó para Juazeiro do Norte

A rapidez no transporte da mulher foi fundamental para evitar sequelas ou mesmo a morte da…